sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Pela Paz entre palestinianos e israelitas #13

«De anônimas gentes, sofridas gentes, exploradas gentes, aprendi sobretudo que a Paz é fundamental, indispensável, mas que a Paz implica lutar por ela. A Paz se cria, se constrói na e pela superação de realidades sociais perversas. A Paz se cria, se constrói na construção incessante da justiça social. Por isso, não creio em nenhum esforço chamado de educação para a Paz que, em lugar de desvelar o mundo das injustiças o torna opaco e tenta miopizar as suas vítimas.»

Freire, P. (1986). Discurso no Prémio UNESCO de Educação para a Paz. Paris. In Freire, A. (2006). "Educação para a Paz segundo Paulo Freire." Revista Educação, nº2 (59)(XXIX), pp. 287-393. Porto Alegre – RS (BR